O Rio de Janeiro ganhou o titulo de destino gay mais sexy do mundo. A eleição foi realizada pelo site TripOutGayTravel.com, em parceria com o Logo, canal da MTV americana voltado para o público LGBT, e o resultado foi divulgado esta semana. O Rio venceu a disputa pelo segundo ano consecutivo após superar, com 48% dos votos, as cidades de Madrid, na Espanha, Portland, no Oregon, Estados Unidos. St. Tropez, na França, Buenos Aires e a capital da Suécia, Estocolmo.

A parada gay, já se tornou parte do calendário Carioca e querido por todos nõs, sempre reunindo um número cadas vez maior de participantes e de adminiradores.

São esperadas na praia de Copacabana, Zona Sul do Rio, cerca de 1 milão de pessoas para a 16ª Parada do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Evento que irá acontecer no próximo domingo terá como um dos temas o protesto contra a violência cometida contra homossexuais.

A parada está prevista para começar a partir das 13h, com 15 trios elétricos que irão percorrer toda a orla da praia. O grupo Arco-Íris, organizadores do evento, pedem que participantes se vistam de branco para simbolizar o tema “Somos Todos Iguais Perante a Paz – Toda Forma de Violência Deve Ser Crime”.

Serão espalhadas pela praia tendas que irão disponibilizar serviços de informação, incentivo a teste gratuito e voluntário do status sorológico do vírus HIV, além de orientações de prevenção, distribuição de preservativos e vacinação gratuita contra a hepatite B e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Um ônibus da Defensoria Pública Geral do Rio de Janeiro também será colocado em frente ao Hotel Windsor, onde os agentes darão orientações jurídicas, 2ª via do documento de identidade e emissão gratuita de ofícios de união estável.

Além dos 350 guardas municipais e 450 policiais militares que deverão participar do esquema de segurança, o Grupo Arco-Íris, organizador da parada, ainda contratou 380 seguranças privados.

Fonte: Agência Brasil

 

Rio de Janeiro vai sediar a 15a Parada do Orgulho LGBT

Evento promete reunir mais de 1,2 milhões de pessoas na orla de Copacabana no próximo Domingo.

Considerada um dos maiores eventos da cidade do Rio de Janeiro, a Parada do Orgulho LGBT-Rio, promete reunir mais de 1,2 milhões de pessoas na orla de Copacabana, no próximo domingo (14/11). A Parada, que sai do Posto 6 a partir das 15h, já faz parte do calendário oficial da cidade e tem como tema a luta contra a homofobia. A famosa bandeira do Arco-Irís, que se estende pela pista da orla, terá 120 metros de comprimento por 10 metros de largura – a maior do país – e será conduzida por voluntários e participantes do desfile em todo o trajeto da Parada.

Por se tratar de um evento turístico cultural que reúne milhares de turistas na Cidade Maravilhosa, a Prefeitura do Rio, por intermédio da Riotur, está apoiando o Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT, organizadores da Parada, com um total de R$ 354 mil.

- É através de grandes eventos como a 15a Parada de Orgulho LGBT, que nós da Prefeitura fazemos questão dar esse apoio como comprovação de que o Rio de Janeiro tem, por vocação natural, atrair visitantes de todas as tribos e sediar eventos de todos os portes.  Estamos investindo no atendimento ao público LGBT desde o início do ano passado. No site www.rioguiaoficial.com.br, por exemplo, existe uma seção especial voltada para este segmento, com dicas de bares, restaurantes, hotéis e todos os locais considerados “gay friendly” – conta o Secretário de Turismo e Presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello.

Cerca de um quarto dos cerca de três milhões de turistas internacionais que visitam o Rio anualmente pertencem ao segmento LGBT. Deste total, 75% são homens, com faixa etária entre 20 e 35 anos e que permanecem na cidade durante cinco dias, em média. Segundo o Ministério do Turismo, o turista gay gasta cerca de US$ 200 por dia, contra US$ 74 do turista heterossexual.

Desde 1995, a Parada de Orgulho LGBT do Rio é realizada na Avenida Atlântica, cenário de diversas manifestações da vida cultural e social da comunidade LGBT. Até o ano 2000, a Parada possuía o formato de marcha com apenas um carro de som como apoio, e hoje é considerada um dos maiores eventos do segmento no Brasil.

Texto do site: www.portaldataquara.com.br

Tags

 

0 Comments

You can be the first one to leave a comment.

Leave a Comment

 




 

Trackbacks